TRÊS BANDAS ESPANTAM O FRIO DA CLASH CLUB

by
Clash Club, 31 de maio de 2008. Uma noite gelada lá fora, com direito a todos os imprevisto de um tempo frio, desde forte ventania até chuva forte. Lá dentro, o rock´n´roll rolava solto com os shows de três bandas, que exibiam todo o poderio da voz feminina em seus vocais, aquecendo aquela noite fria por demais. O espetáculo? O lançamento da “Turnê do Troço”, uma novidade do Leela com diversas atrações e prêmios para os fãs, que vão desde jogos no site até a busca por códigos criptográficos em clipes da banda no Youtube, valendo diversos prêmios. As bandas convidadas? Killi e Fake Number!

Killi

Começando o show pontualmente às 20h, porque ainda tinham outro show pra fazer, o pessoal do Killi não demorou e logo pôs todo o povo pra agitar. Também, depois de mais de nove anos de carreira, a banda sabe muito bem como atender o público. Na platéia, fãs desesperados cantavam todas as músicas, gritando para a vocalista Ju Romeiro, tão bem aceita pelo pessoal quanto a antiga Mariana. Num show curto, onde rolaram os principais sucessos da banda, tais como “Desplugado” e “Algo Novo” e sobrou tempo até pra um cover do New Found Glory. Ju estava leve e solta no palco, e lançava o microfone ao público, sem medo algum, porque todos ali conheciam e muito bem o seu trabalho. Fãs apareciam com camisetas da banda, vibrando a cada música e a cada solo, e dando todo o apoio que uma banda merece quando está em cima do palco. Em todo o espetáculo, Killi mandou muito bem e mostrou que a experiência só poderia renová-los.
Fake Number

Chegar no palco por último, e ser aplaudida por todos, mesmo sem ter aberto a boca ainda. Foi assim que Elektra, vocal do Fake Number, chegou ao palco, depois de um solo bem organizado dos garotos da banda, cientes da superioridade imposta pela vocalista. E começava “Apenas Mais Um” em que a banda de Lorena viu-se invadida pela emoção do público. Fossem as guitarras de Gabriel e Pinguim, simples e performático, ou o baixo sempre animado do Diablo, a banda tinha uma sintonia arrasadora. Depois de tocar alguns sons, Elektra revela uma supresa: “Vocês são uns sortudos! Vão ser os primeiros a ver o nosso primeiro clipe!”. E enquanto se organizava no palco, rolava nos telões o clipe de “Aquela Música”, que acabou depois da canção apresentada no palco. Após vários sons pesadões, o Fake avisa: “Agora a gente vai tocar uma música mais calminha, diferente. Só que quem souber, canta junto, ok?”. Ela nem precisava pedir. Quando lançou o microfone à galera, todos já tinham na ponta da língua o “Mais difícil é saber que é verdadeiro e não poder sentir…” de “Platônico”, cantada do começo ao fim por todos, que pareceram adorar a idéia de a música “lerda” ter ido à playlist. Performáticos, os cinco integrantes da Fake Number encerraram o show com “Conto de Farsas”, abrindo caminho para a banda da noite… Leela.

O troço do Leela

Depois da básica troca de instrumentos, posicionamento do palco e tudo isto, lá estava Bianca Jhordão, vestida totalmente em lilás e com uma guitarra rosa na mão, simpaticíssima, dando boa noite a todos. Falamos com a cantora pra saber o que era a tal “Turnê do Troço” (e você verá mais detalhes em breve na TV Mundo Rock de Calcinha) e ela nos explicou que se trata de uma série de promoções disponíveis pra o fã no site do single “Pequenas Caixas” (www.pequenascaixas.com.br) e que nos shows também seriam disponibilizados fliperamas com o jogo pra os fãs jogarem, além de receberem conteúdos exclusivos via antena bluetooth e participar de diversas promoções com a banda.

 Para começar o show, “Amor Barato” e uma corda quebrada, que a sempre bem-humorada Bianca explica assim: “Nossa, que legal… é que eu sempre quis quebrar uma corda, e nunca consegui…” provocando o riso da galera, acostumados a simpatia que sempre vem da cantora. Pra mostrar que a banda é bem democrática, o cover de “Here to say I told you so” do The Hives, mostrou um Thago e um Rodrigo com vocais super poderosos, acompanhados por uma só segunda voz de Bianca, da mesma forma em que o poder da voz das mulheres apareceu no cover tocado por Bianca e sua amiga Luiza, do Fantasmina (foto ao lado). “Rádio Blá” cover do Lobão, sempre tem lugar nos shows, e foi seguida de “Amores Frágeis” do álbum novo, que todo mundo ali já cantava de cor. Para fechar com todas as emoções, vibrando sempre, Bianca gritava um “Essa garota se parece comigo”.

Set List

Killi
“Desplugado”
“Plano B”
“Final Feliz”
“Por acaso”
“Antisocial”
“Desafio”
“My Friends is over you” (Cover New Found Glory)
“Algo novo”
“Nananá”

Fake Number
“Apenas mais um”
“Mais do que palavras”
“Procurei em sonhos”
“Aquela Música”
“Como se você estivesse aqui”
“Segredos que guardei”
“Platônico”
“Conto de Farsas”

Leela
“Amor Barato”
“Odeio Gostar”
“Here to say I told you so” (Cover The Rives)
“Pequenas Caixas”
“Rádio Blá”
“Amores Frágeis”
(música com participação da Luiza)
“Um beijo pede Bis”
“Garota Espelho”

Créditos:
Texto e Fotos: Joyce Carvalho e Raquelline Marlusy

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: