Resenha: MADEMA SAATAN – CD MADAME SAATAN

by

Confesso não ser uma grande admiradora do heavy metal e não ter muita habilidade para o rock´n´roll mais agressivo. Mas FELIZMENTE (é em maiúsculo mesmo, porque essa merece!) a Sammliz (voz), o Ícaro Suzuki (baixo), o Edinho Guerreiro (guitarra) e o Ivan Vanzar (bateria) me surpreenderam. Letras cheias de conteúdo cultural, do início ao fim do álbum, agressividade em guitarras cheias dos mais gritantes riffs e a voz poderosa de uma paraense “arretada” fazem o álbum de estréia do Madame Saatan.

“Devorados” abre o álbum sem segredos. A sensação alucinógena que a repetição do refrão “Dormindo nos braços da estátua com folhas nos dentes” com a força do vocal de Sammliz entra na sua cabeça e encaminha seus pensamentos. Impossível não se impressionar também com a estranha “Molotov”, que define bem os sentimentos de alguém perdido, sem rumo, talvez até no fim de um relacionamento.

“Duo” também é cheia de sentimentos humanos, descritos com precisão e lucidez, conforme alguém que lê a alma de outro. Mas “Vela” consegue sim ser uma das músicas mais intrigantes do álbum, misturando a fé e a força da falsidade daquele não poucos que adoram a dois deuses, nas palavras revoltosas da letra “Filhos de Deus em lótus – devotos, sagrado ócio – na hora divina da vida mundana – fogo nas fitas em braços – Que acendem velas pra Deus, Diabo – Rezam e dançam o Auto do céu – profano circo, sagrada força”.

“Cine Trash” é a pesada e insistente busca a um amor inexistente, que “Que pudesse meu pulso bater novamente”. “Apocalipse” não podia ter nome mais perfeito. Mas definitivamente o que causa maior impacto (e surpresa também) é ver Gregório de Matos cantado na voz da encantadora Sammliz. Gregório, como se sabe, foi um grande poeta barroco tão conhecido por suas canções de escárnio que foi apelidado de “Boca do Inferno”. A música “Prometeu” que fecha o álbum do Madame Saatan, adaptou o poema gregoriano à versão Madame Saatan.

Sem mais o que dizer sobre este trabalho maravilhoso desta banda piauiense que ainda tem muito o que mostrar, deixo o conselho. Escute! Vale a pena!

Nota 8,0

Madame Saatan
CD Madame Saatan
Ano 2007
Gravadora: Ná Records, Cubo Discos,
Fósforo Records e Fora do Eixo

Faixas:
01 – “Devorados”
02- “Gotas em Caos de Serra Avenida”
03 – “Molotov”
04 – “Duo”
05 – “Vela”
06 – “Cine Trash”
07 – “Apocalipse”
08 – “Ele queima ela sorri”
09 – “Messaína Blues”
10 – “Prometeu”

por: Raquelline Marlusy (sala 508 – JOR.)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: