Coleta seletiva: você faz a sua parte?

by

A coleta seletiva vem ganhando cada vez mais espaço na cidade. Condomínios residenciais, parques, empresas e diversas organizações já aderiram ao movimento, implantando lixeiras para coleta seletiva – seja aquelas que separam resíduos orgânicos dos recicláveis, seja aquelas que, além de separar recicláveis, separam os metais, os plásticos, os papéis e os vidros. Mas e você, está fazendo sua parte? Embora haja convênios entre empresas de coleta e os locais que resolveram implantar esse tipo de lixeira, a participação do cidadão é fundamental para que esse trabalho obtenha sucesso.

 

Para saber se as pessoas, de fato, separam o lixo orgânico do reciclável na hora de descartá-lo, nossa equipe visitou o parque mais famoso de São Paulo, o Ibirapuera – que recebeu lixeiras para artigos recicláveis junto com sua nova sinalização, em março deste ano. Lá, além de observar o comportamento das pessoas – que, em sua maioria, utilizaram as lixeiras separadas para jogar todo o tipo de lixo, desde palitos de sorvete e restos de alimento até plástico e papel – entrevistamos algumas para ver sua opinião sobre esse tipo de serviço de coleta.

 

Giovana Baria, de 21 anos, estagiária e estudante de jornalismo, acha esse tipo de iniciativa muito importante, embora relativamente inviável. “É completamente necessário, mas precisa de incentivo para que as pessoas façam isso”. Ela ainda cita um exemplo: “Quando descobriram que vender latinhas de refrigerante dava dinheiro, todo mundo começou a colecionar. Só assim para haver comprometimento da população, precisa haver incentivo do governo, algum tipo de evento, até que isso se torne hábito da população e ela se conscientize”.

 

A estudante Renata Fernanda da Silva, 17 anos, concorda. “Tem que haver incentivo. As pessoas em geral não separam o lixo, jogam em qualquer lugar, que está bom assim”. Quando perguntada se ela separava o lixo reciclável do orgânico onde reside, no Grande ABC, ela garantiu que sim. “Mas existe coleta seletiva onde você mora?”, perguntou a reportagem. “Não, nós separamos, mas acho que o lixeiro junta tudo quando passa”. Esse tipo de atitude mostra um esforço inútil: embora algumas pessoas tenham o interesse em ajudar, é preciso que as prefeituras – que são responsáveis pela coleta do lixo – também mantenham programas de coleta seletiva, assim como os estendam para todo o entorno, e não fixem em apenas um ponto apenas para mostrar “atitude ambiental”.

 

O estudante Lucas Augusto Costa, 17 anos, já é bem mais realista. “Não acho que esse tipo de cosia funcione”, afirmou ele, categoricamente. “Campanhas assim são fracas, ninguém respeita e falta informação a respeito”. E ele ainda apresenta algumas soluções. “Acho que, onde não existe o caminhão de lixo que passa recolhendo o reciclável, deve haver pontos de coleta próximos, em pontos estratégicos, para que as pessoas possam levar o lixo selecionado”. Ele ainda falou sobre campanhas de divulgação. “Talvez algo mais radical, que pudesse mostrar como aquilo pode fazer mal à pessoa ou à sua família”, assinala.

 

Fica claro que, agora que já se deu o primeiro passo, implantando o sistema em alguns locais, isso seja feito cumprir, e, posteriormente, estendido à sociedade como um todo.

 

Por Bruna Prado e Gustavo Dittrichi

 

Exercício de pauta de gaveta

Anúncios

Uma resposta to “Coleta seletiva: você faz a sua parte?”

  1. Rares Rebeca Says:

    Eu faço a minha parte separo os materiais que dão para separar…
    como:
    amarelo; metal
    azul; papel
    verde; vidro
    vermelho; plástico
    preto; madeira
    laranja; baterias e pilhas
    marrom; residuos organicos
    branco; residuos ambulatoriais
    violeta; residuos radioativos
    cinza; misturado ou contaminado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: