Separar é preservar

by

Comprar refrigerante em lata, chiclete, ou desperdiçar uma quantidade gigantesca de papel é atitude comum para muitas pessoas. Mas a pergunta que fica no ar é: “para onde vai todo o material usado nessas embalagens?”. Passaram anos até que todo esses detrituos se decomponham na natureza.

O consumo desenfreado e inconsciente que a maior parte da população pratica, vem como agravante nesse quadro.

Segundo a Comlurb ( Companhia Municipal de Limpeza Urbana), um chiclete demora em média 5 anos para se decompor completamente, enquanto que o alumínio leva de 80 a 100 anos.

Estes números assustadores representam uma realidade difícil de aceitar, mas que pode ser mudada se houver uma profunda conscientização por parte das pessoas e das empresas, no que diz respeito à coleta seletiva.

Este é um método de reaproveitamento de materiais, que normalmente são jogados na natureza sem a menor cautela. Os benefícios oferecidos são muitos, como: menor redução de florestas nativas, economia de energia e água, ajuda na prevenção de enchentes e auxilia na geração de emprego e renda.

Embora esse método ainda não seja bem divulgado no Brasil, é uma tendência para daqui a alguns anos se tornar um recurso indispensável nas casas e empresas do país.

 

Para maiores informações acesse:

http://www.lixo.com.br

 

Por Patrícia Baptista e Vanessa Zanelato

EDITADO: EVANILDON DIAS

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: