JORNALISMO ESPORTIVO NO BRASIL

by

Quando se fala de jornalismo esportivo a primeira coisa que vem na cabeça é futebol, a paixão nacional dos brasileiros, mas jornalismo esportivo não se resume a somente a futebol, mas sim aos esportes em geral. .

O que se vê hoje nos veículos de comunicação especializados em esportes é que dão mais importância para o futebol e menos atenção a outros esportes que deveria ter a mesma importância.

Os programas esportivos na televisão estão muito repetitivos e um mais parecido que o outro, com isso, eles acabam usando e abusando do sensacionalismo. Plantam notícias inexistentes para conseguir a audiência do telespectador.

Em ano de Olimpíadas, onde deveríamos ter um destaque maior dos programas para o evento, não é isso o que se vê, afinal, as melhores e maiores coberturas estão na TV fechada e não na TV aberta.

Pode-se dizer que hoje em dia, boa parte dos jornalistas esportivos publicam, expõem suas opiniões de maneira incorreta, trazendo assim, notícias incorretas para o público.

Podemos dizer que nos jornais e revistas, ainda encontramos informações corretas e mais completas sobre todos os esportes, isso deve-se ao fato de antes das matérias serem publicadas, as mesmas passam por um processo de análise rigoroso, o que não ocorre em programas de televisão e rádio que em 90% dos casos são ao vivo.

O jornalismo esportivo no Brasil tem o costume de dar ênfase a outros esportes que não seja o futebol somente quando algum atleta brasileiro está em destaque, como por exemplo: Gustavo Kuerten no tênis, Leandrinho no basquete e Thiago Pereira na natação.

Por Anderson Menatto, José Ricardo de Jesus e Rafael Cappi

Anúncios

4 Respostas to “JORNALISMO ESPORTIVO NO BRASIL”

  1. Eduardo Ferraz de Oliveira Says:

    Parabéns pelo texto. Mostrando que infelizmente os canais de TV aberta não conseguem disseminar um bom conteúdo em relação aos esportes. É como vocês disseram, somente quando um atleta que não seja de futebol se destaca, que a TV aberta passa alguma coisa relacionada ao esportista. Mas também temos que pensar que se falassem do boxe por uma hora em TV aberta a audiência seria baixa. Então é preciso pensar em tudo, desde patrocínios até o bendito tempo que é proporcionado a cada programa televisivo. Em rádio é a mesma coisa.

  2. idakazue Says:

    Tanto se vê a paixão pelo futebol, que os corinthianos mesmo com o time na segunda divisão continuam fiéis…rs

    bjks!

  3. tatianeramos Says:

    Texto muito bom!

    Acredito que a paixão pelo futebol seja tão grande que alguns profissionais (repórteres, locutores) acabam deixando claro por qual time estão torcendo ao realizarem comentários no rádio e na TV…

    Beijos.

  4. tancredojr Says:

    Tancredo Junior:

    Vamos lá, pessoal. Em primeiro lugar, a frase correta seria “jornalismo esportivo não se resume somente a futebol, mas sim aos esportes em geral.” Ao contrário do que consta no texto, o artigo “a” vem depois de “somente”, e não antes.

    No outro parágrafo, vocês escreveram “Os programas esportivos na televisão…Plantam notícias inexistentes para conseguir a audiência do telespectador. Ora, eles não “plantam” notícias, seria mais correto afirmar que os programas esportivos são tendenciosos e “forjam” notícias.

    De novo: “…boa parte dos jornalistas esportivos publicam, expõem suas opiniões de maneira incorreta”. Que é isso, companheiro? Opiniões podem, sim, ser questionadas, acatadas ou não, mas jamais podemos afirmar categoricamente que tais opiniões são incorretas!!!

    É isso. Vocês estão no caminho certo. Boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: