A situação preocupante da água

by

Participe!

O Dia Mundial da Água foi criado em 1992 no dia 22 de março. Esse dia tem como objetivo causar reflexão nas pessoas para, pelo menos um dia no ano, se lembrarem de como é importante esse bem natural para a nossa sobrevivência.

O planeta Terra é constituído por água em dois terços da sua capacidade. Quando falamos isso, há a impressão de que poderemos ter qualquer tipo de problema, menos o da falta de água. Porém não é bem assim que acontece. O “grande” problema é que somente 0,008% a água que temos é potável, ou seja, é própria para consumo.

O Nordeste sofre constantemente com a falta de água e o motivo não é tão difícil de conhecer. Apesar do Brasil possuir mais de 11% de toda a água do planeta, a péssima distribuição que existe no nosso país acaba prejudicando algumas regiões. O Rio Amazonas, o maior rio do mundo, contabiliza 70% de toda água doce do país. O problema é que apenas 7% da população brasileira vive naquela região. E o Nordeste acaba ficando apenas com 3% de água doce. Outras regiões também sofrem com essa preocupação, como Pernambuco e Distrito Federal, que recebem 1.320 e 1.700 litros de água por habitante, quando o recomendado são 2.000 litros de água por habitante.

Dados informam números assustadores, revelando que outros motivos também colaboram para essa situação. Para cada 1.000 litros de água utilizados, outros 10 mil litros são poluídos. A poluição pode ser vista sem precisar sair de São Paulo. Basta ver a situação dos nossos rios, mais especificamente, os Rios Pinheiros e Tietê.

A população tem que se conscientizar que, mesmo com força de vontade por parte do governo, o que não acontece, será impossível a limpeza das nossas águas se a educação não começar com nós mesmos. Assim seria bem mais fácil para todos.

Por Dimas Coppede

Anúncios

Tags: , ,

Uma resposta to “A situação preocupante da água”

  1. giselesantos Says:

    Sobre o nordeste, é clara a briga política que não permite a construção de cisternas. É clara a falta de interesse dos ‘caras’ lá de Brasília em convocar os órgãos competentes para investir nas campanhas de conscientização durante o ano inteiro, utilizando da grande mídia. Usam muito para eleições… mas para campanhas, pra salvar a vida de todos nós, não usam esse espaço. E claro, a educação dos seres humanos, podiam começar a não jogar lixo em rios, ruas, etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: